Varal de Cordéis Joseenses

Contato: prbarja@gmail.com

(Sugestões de temas são bem vindas!)



quarta-feira, 6 de abril de 2011

Aplausos aos professores

Tocou o meu telefone:
fui, bem depressa, atender.
Logo que eu falei "Alô",
ouvi uma voz dizer:
"É Paulo que está falando?
 Ligo pra lhe agradecer!"

A voz era bem simpática,
mas quem era? Eu não sabia!
perguntei: "Perdão, quem fala?" 
Ela me disse: "Bom dia!
Até o presente momento,
você nem me conhecia..."

Fui ficando curioso
e ela então se apresentou.
Disse que era professora
e em seguida me contou:
"Estou lendo seus cordéis,
uma amiga me emprestou."

Falou do País do Sonho
e também da Flor Falante;
disse coisas bem bonitas
e uma me intrigou bastante:
"Há pouco fui aplaudida
 por sua escrita elegante."

"Cheguei na sala de aula
 e li para a criançada
 um dos Cordéis Joseenses;
 a turma, toda animada, 
 quando acabei a leitura, 
 aplaudiu, entusiasmada!"

"A aula acabou há pouco
 e então vim telefonar:
 são pra você os aplausos...
 Se quiser, venha buscar
 - e com nossos professores 
   venha também prosear."

Foi um gesto tão bonito
que acabou me emocionando.
Agradeci muito a ela: 
"Vou vê-los! Só não sei quando...
 Mande um email pra mim
 que nós vamos combinando!"

Desliguei o telefone,
de uma coisa convencido:
cada aplauso era pra ELA
e era muito merecido...
quem incentiva a leitura
tem que ser mesmo aplaudido!

7 comentários:

  1. Muito bom! Muito bom mesmo!!!

    Parabéns pra você e pra ela!!!

    Forte abraço,
    Mateus Rosa

    ResponderExcluir
  2. Conhecendo esses cordéis, o aplauso, não surpreende
    porém o que desse gesto se aprende
    é que a poesia, a sensibilidade, a leitura, a criação
    traz a possibilidade de transformação.

    Parabéns e obrigada, cordelista, por pulverizar tua essência.
    forte abraço de outra fã e admiradora
    Andréa

    ResponderExcluir
  3. Que bacana! Essas delicadezas são alimento para nos abastecer, por isso você tem tanta energia de trabalho. Para os dois, você e a professora, parabéns.
    Adriana está certa: a ARTE une.
    Paz e bem!
    Sônia Gabriel

    ResponderExcluir
  4. Prezados, agradeço as palavras gentis... Sônia, acho que você matou a charada: se a ARTE une, o AFETO é que ENERGIZA...! Obrigado pela energia e pela inspiração,
    saudações cordelísticas,
    Paulo

    ResponderExcluir
  5. Onde há amor há estímulo de crescimento.
    Isso é amor e dos raros.
    Palmas e bis
    pros dois.

    ResponderExcluir
  6. Que lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Parabéns pela sensibilidade e por todo o seu trabalho!

    ResponderExcluir

Vídeos (seleção)

Loading...